Relação de Miller com escritório que advoga para a JBS começou bem antes de sua transferência

A relação de Marcello Miller e o escritório de advocacia Trench, Rossi & Watanabe começou bem antes de sua transferência, em abril deste ano.

Em 24 de outubro de 2016, Miller assinou como representante do Ministério Público o acordo de leniência entre a Embraer e o Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O documento também traz o endosso de Esther Flesch, então sócia do Trench, Rossi & Watanabe (veja abaixo).

miller

Pelo acordo, a Embraer teve de pagar US$ 206 milhões a autoridades brasileiras e norte-americanas para encerrar acusações de pagamento de propina em transações realizadas na República Dominicana, Arábia Saudita, Moçambique e Índia.

A informação é do Radar On-Line.

 

Anúncios

Deixe uma resposta