A tragicomédia da política brasileira

A política brasileira renderia excelentes roteiros de drama mas os nossos ‘atores’ são uns jumentos. I. Aécio Neves guardava provas de caixa 2 em casa com a anotação “caixa 2”. Gênio demais. II. Geddel guardou 51 MILHÕES em espécie em um apartamento. III. Rodrigo Janot, apenas o procurador geral da República, vai num boteco se encontrar com o advogado do criminoso mais falado do país (depois de Lula) e se “disfarça” com um óculos de sol. IV. Joesley e Saud se gravam – sem querer, porque não sabiam mexer no gravador, e dão um turning point na porra toda. Enfim, daqui só sai filme de comédia mesmo.

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta