Luciana Genro defende exposição que promovia zoofilia, pedofilia e escárnio ao cristianismo

A representante da extrema esquerda Luciana Genro, PSOL, saiu em defesa da exposição “Queermuseu”, realizada pelo Santander Cultural, que foi cancelada neste domingo, 10, após revolta na população.

A mostra “artística” promovia zoofilia, pedofilia, erotização infantil e também fazia chacota do cristianismo, a religião de grande parcela dos brasileiros.

Internautas se manifestaram nas redes sociais e o Santander emitiu uma nota se desculpando e anunciando o cancelamento da exposição.

A extrema esquerda, que adora promover maneiras de destruir a cultura ocidental, está organizando um ato de apoio a mostra. Lulu Genro estará presente.

 

Confira algumas imagens da exposição.

515-29-e1504643555795-27-e1504643591711-26-21-28-2

 

Anúncios

2 comentários sobre “Luciana Genro defende exposição que promovia zoofilia, pedofilia e escárnio ao cristianismo

  1. Gostei de alguns quadros. Pena que não colocaram os melhores aqui. O de Portinari é precioso. Lamentável este festival de neo nazismo acontecendo no Brasil.

Deixe uma resposta