Sob total desgaste, Janot já decidiu revogar acordo de total impunidade da JBS, diz Folha

De acordo com a Folha, o acordo de total impunidade dos irmãos JBS pode já ter sido revogado nesta quinta (7) pelo PGR Rodrigo Janot.

A matéria ainda diz: “Com isso, há a possibilidade de Janot pedir a prisão deles, segundo palavras de um interlocutor da Procuradoria-Geral da República. A posição do procurador-geral deve ser encaminhada até a tarde desta sexta (8) ao ministro Edson Fachin, relator do caso no STF (Supremo Tribunal Federal), responsável por tomar uma decisão”.

Uma pessoa ligada às investigações teria dito, após o episódio do polêmico áudio, que “do jeito que está não pode ficar”.

Janot iria revogar “o benefício concedido porque entende que houve patente descumprimento de dois pontos de uma cláusula do acordo de delação que tratam de omissão de má-fé, o que justificaria rever os benefícios”.

O que ainda fica estranho, na matéria da Folha, é que se Janot já teria decidido revogar o acordo de total impunidade como ainda não teria decidido pedir a prisão imediata de Joesley e Wesley?

Isso está muito esquisito…

Anúncios

Deixe uma resposta