Demerval disse, em depoimento: “Entrei como laranja e saí como um pato desse processo”

O dono da construtora DAG, Dermerval de Souza, confirmou ter comprado o terreno em São Paulo que seria para a construção da sede do Instituto Lula.

O empresário falou sobre ter entrado nas negociações como uma “laranja” e saído como “um pato”. Dermeval disse que Lula desistiu do negócio e ele teve de receber R$ 7,2 milhões por meio de uma ‘triangulação’, envolvendo a Odebrecht e outra empresa.

O empreiteiro se diz enganado por ver, nos autos, que a construtora pagou uma offshore fora do país para a compra do terreno.

Fonte: ‘Entrei como laranja e saí como um pato desse processo’ – O Estadão

Anúncios

Deixe uma resposta