“Se tivesse STF no bolso, Dilma ainda estaria no cargo” diz Cardozo

O ex ministro da Justiça José Eduardo Cardozo disse que foi vítima de uma armação por parte de Joesley Batista, Ricardo Saud e do ex procurador Marcelo Miller. “Queriam dar um flagrante e me por na cadeia”, afirmou o ex-ministro a um deles.

Colegas de Cardozo dizem que ele está tranquilo diante das gravações entregues pelos delatores da JBS. Interlocutores jurídicos informaram que Cardozo disse ter se encontrado uma única vez com Joesley e Saud, e que eles propuseram contratar o escritório ao qual o ex ministro é sócio, por R$ 1 milhão em dinheiro vivo. Cardozo afirma que recusou o contrato. “Se tivesse aceito estaria preso”, disse a um colega.

Fonte: Exame

Anúncios

2 comentários sobre ““Se tivesse STF no bolso, Dilma ainda estaria no cargo” diz Cardozo

Deixe uma resposta