Rosa Weber pode mudar seu voto e decidir a favor da prisão em segunda instância

Segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo, a ministra Rosa Weber tem apresentado sinais de que poderá mudar seu voto e decidir a favor da prisão após condenação em segunda instância.

“Rosa Weber tem dado sinais de que pode votar do mesmo modo que Cármen Lúcia, Luiz Fux, Luis Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre de Moraes.”

A prisão após a condenação em segunda instância foi estabelecida pelo próprio STF no ano passado, mas curiosamente alguns ministros resolveram rever a decisão logo agora que Lula aguarda sentença do TRF-4.

Anúncios

6 comentários sobre “Rosa Weber pode mudar seu voto e decidir a favor da prisão em segunda instância

  1. Enfim uma ótima noticia em meio a tantos desagrados, que Deus ilumine esses ministros a votarem a favor da prisão em 2ª instancia, chega de impunidade no Brasil, a razão de toda essa onda de criminalidade no País tem raiz na impunidade que impera por aqui, se nossas autoridades não derem um basta nós estaremos todos perdidos inclusive eles.

    1. Só se Deus fir muito FDP e isso ele nåo é, poderá iluminar ministros a votarem pela prisão em segunda instância, e isso se justifica pelo fato de que o art. 5, LVII da Carta Magna exige o trânsito em julgado. Logo, essa coisa de votar pela prisão em segunda instância foi uma manobra, à época, para evitar que as decisões do juiz Moro na Lava Jato fossem reformadas haja vista suas atrocidaded jurídicas.

      1. Você deve ser parente do Gilmar Mendes, pra ficar defendendo estes corruptos que ficam impunes com este tal de trânsito em julgado.

Deixe uma resposta