CBN Fake News: órgão ligado à Globo inverte ônus da prova para tentar acusar Doria de lançar jatos d’agua (de novo)

Mesmo após ser desmascarada publicamente em uma mentira imunda, a CBN continua insistindo na sua versão sobre os moradores de rua supostamente acordado com jatos d’água. Agora, o jornal afirma que “a prefeitura não provou” sua versão dos fatos.

O caso, no entanto, é que a prefeitura não pode provar algo que não aconteceu. O que foi mostrado, já em julho quando o caso veio a tona, é que não havia moradores dormindo no local durante a limpeza. Sendo assim, ninguém foi acordado com jatos d’água. Imagens das câmeras de segurança mostraram que a praça estava vazia naquele momento, e isso é mais do que suficiente para desmentir a boataria forjada pela CBN.

Agora, veja o que diz nova matéria sobre o caso, com destaques nossos:

Em julho, a CBN flagrou moradores de rua sendo acordados durante o trabalho de limpeza, que é feita com jatos de água. Alguns acabaram molhados durante a ação. O prefeito João Doria e sua equipe haviam afirmado que tinham gravações que comprovavam que nada de irregular aconteceu. No entanto, com base na Lei de Acesso à Informação, a CBN constatou que a praça tem diversos pontos cegos.

É bastante pertinente notar que o jornalista Ricardo Gouveia, autor da matéria, não é o mesmo daquela ocasião. Antes quem havia publicado a mentira foi a jornalista de extrema-esquerda Camila Olivo, que o Jornalivre desmascarou também. Note também que a “CBN flagrou” os moradores sendo acordados com jatos d’água, mas não há qualquer vídeo ou imagem disso desde aquela época até agora.

O que a CBN está tentando fazer é muito simples: inversão do ônus da prova.

Após terem sido desmascarados em uma mentira ridícula para atacar a gestão Doria, os jornalistas se debateram atrás de qualquer indício que pudessem usar para sustentar a mentira. Como não conseguiram, estão agora exigindo que a prefeitura prove que algo não aconteceu. O problema é que é impossível provar que algo não aconteceu além do que já foi feito pelo prefeito regional Eduardo Odloak, que mostrou vídeos do momento da limpeza e neles se podia ver que não havia mendigos no local.

Enfim, a CBN mentiu em julho e insiste na mesma mentira quase dois meses depois. Chega a ser vergonhoso.

Saiba mais:

Notícia falsa sobre jato d’água em moradores de rua partiu da imprensa tradicional

Doria desmascara fake news da CBN sobre jatos d’água em moradores de rua

Câmeras de segurança desmentem informação sobre morador de rua “acordado com jatos d’água” em SP

Jornalista da CBN que mentiu sobre jatos d’água é militante de extrema-esquerda

 

Anúncios

Um comentário sobre “CBN Fake News: órgão ligado à Globo inverte ônus da prova para tentar acusar Doria de lançar jatos d’agua (de novo)

Deixe uma resposta