Um ano após o impeachment de Dilma, veja quais foram os principais avanços para o país

Hoje é o aniversário de um ano do impeachment de Dilma Rousseff. Há um ano o Senado, após um processo longo e arrastado, bateu o martelo e decidiu que a petista sairia do cargo que conquistou mediante um mar de fraudes.

De lá para cá, ainda que falte muito para melhorar, é inegável que o país teve alguns avanços, e nós vamos listar alguns deles.

1) Operação Lava Jato:

Com o PT no governo, houve um período no qual a Operação Lava Jato ficou fortemente ameaçada. Nos últimos meses do governo Dilma a força-tarefa estava se arrastando, em um ritmo lento, e mesmo com todas as descobertas feitas na época não havia qualquer avanço. Mas logo que Dilma saiu do cargo e houve a inevitável mudança de ministros, além de diversos cortes em setores do governo, a Lava Jato se expandiu rapidamente, chegando a atingir diretamente aqueles que estão no poder, como é o caso de Michel Temer e alguns de seus ministros.

2) PEC dos gastos:

Tão logo Dilma saiu do cargo o governo deu vazão a uma necessidade urgente que era ignorada – de propósito – pelos petistas. Foi o caso da PEC dos gastos.

O governo vinha gastando mais dinheiro do que arrecadava, e ainda gastava de formas irresponsáveis e, por vezes, até mesmo criminosas. A PEC 241 veio para mudar isso, obrigando o governo a gastar dentro de certos limites.

Os petistas foram contra e mobilizaram suas militâncias organizadas (UNE, CUT, MST, MTST, etc) para promover o terror nas escolas em todo o país. Foram meses de bate boca, discussões infinitas e protestos de esquerdistas mal intencionados querendo ver o país afundar, mas sem Dilma no poder a PEC passou.

3) Reforma do Ensino Médio:

Na mesma época em que o Congresso discutia a PEC 241, também era discutida a MP 746, cuja finalidade era a de reformar o Ensino Médio em todo o país oferecendo não só oportunidades para os estudantes como, ainda, cortando um pouco as asinhas de grupos de interesse que costumam usar certas disciplinas para praticar doutrinação escolar.

Como isso ocorreu na mesma época em que se discutia a PEC dos gastos, os protestos petistas também foram em paralelo a isso. Por conta disso diversas escolas foram invadidas no país e, no Paraná, um garoto morreu dentro de uma dessas invasões, uma morte que ficou na conta da UNE e do PCdoB. No entanto, a reforma passou.

4) Reforma Trabalhista e fim do imposto sindical:

Mais até do que a PEC dos gastos, é provável que de lá para cá o maior avanço para o país tenha sido a Reforma Trabalhista com o desejável fim do imposto sindical. Esta foi aprovada mais recentemente, mas ainda assim tende a fazer toda a diferença nos próximos anos.

Sindicalistas odiaram, chegaram a organizar protestos usando funcionários públicos que nem mesmo são regidos pela CLT. Tudo isso recheado de mentiras e trapaças, mas ainda assim pouco efetivo em sentido prático. A reforma passou, sindicatos perderam a boquinha fácil do imposto sindical que onerava os trabalhadores brasileiros, e agora terão que ralar para conseguir dinheiro.

Anúncios

2 comentários sobre “Um ano após o impeachment de Dilma, veja quais foram os principais avanços para o país

  1. Após um ano o Brasil tá uma merda e o rombo das contas está maior

    A PEC ,241 não mudou nada pois o governo continua gastando o que não tem. O teto só valeu pra educação e pra saúde. E não pra emendas para deputados e gastos com propaganda.

    Reforma trabalhista e uma vergonha pq não deixa escolha pro trabalhador. Agora meu salário vai ser decidido pelas empresas e os “representantes da categoria” vulgo Sindicatos,agr eu não pago imposto beleza. Mas pra influenciar no meu acordo vou ter que me sindicalizar e participar dos acordos,grande coisa

    Reforma do ensino médio

    As melhores escolas são as federais .porque o investimento é muito maior. O fato de “flexibilizar” e relativo pq a escola não é obrigada a fornecer todas as áreas de conhecimento.

    Vocês são patéticos,liberais de guela. São só conservadores anti-esquerda ,que classificam tudo como extrema esquerda .a anti-tese do brasil247.

  2. 1) Operação Lava Jato
    “Operação”, cujo único objetivo é perseguir Lula e o PT, para atender os interesses da Globo e do PSDB – e assim prejudicar os pobres.

    2) PEC dos gastos
    Um tremendo retrocesso, que tira dinheiro da saúde e da educação, deixando desamparadas muitas pessoas que necessitam desses serviços públicos. Não é à toa que é chamada de “PEC do fim do mundo”. Enquanto verbas da saúde e da educação são cortadas, o “presidente” ilegítimo gasta rios de dinheiro com “jantares” com deputados e senadores para tratar de compra de votos e trocas de favores.

    3) Reforma do Ensino Médio
    Uma forma vil de prejudicar a Educação no País, tornando opcionais matérias que contribuíam para formar o senso crítico do adolescente, como Sociologia, Filosofia e Artes. Uma clara forma de manipular a população jovem, privando-a da informação e do pensamento crítico.

    4) Reforma Trabalhista
    Fim da CLT e dos direitos trabalhistas, precarização do mercado de trabalho. Uma reforma que só beneficia os empresários e retira todos os direitos duramente conquistados pelos trabalhadores nas últimas décadas. O povo agora trabalhará sob regime de semi-escravidão e nada poderá ser feito contra isso, pois agora essa prática reprovável foi legalizada.

    E vocês chamam isso de “avanço”? Por favor, né! Todas essas mudanças anularam tudo o que foi conseguido com o passar dos anos e nos fizeram retroceder ao século XIX, em relação ao bem-estar social!

Deixe uma resposta