Vereador Filipe Barros desafia indústria de calúnias da extrema esquerda e processa mais de cinco pessoas

Filipe Barros, vereador do MBL em Londrina, Paraná, está processando militantes de extrema esquerda que estão promovendo uma verdadeira perseguição desde a eleição do jovem político, que é uma das maiores lideranças conservadoras do Brasil, sendo o maior expoente do projeto Escola Sem Partido no Paraná, além de lutar assiduamente contra a ideologia de gênero.

Os acionados na justiça difamaram e replicaram notícias falsas sobre Barros, além de o acusarem de homofóbico e fascista. O vereador falou ao Bonde: “O que eu tenho visto de uns meses para cá é um grupo pequeno de pessoas que se utiliza ali de supostos crimes para me difamar. Eles não estão apenas me criticando, eles inventam, me caluniam. Ou seja, imputam a mim o cometimento de alguns crimes. Eles me xingam dos piores nomes possíveis. Fascista, homofóbico, isso é o mínimo que eles falam. E isso, como nós sabemos, tem um limite legal. Então, nesses casos, onde as pessoas ultrapassam os limites da lei, eu estou me socorrendo na Justiça para punir na forma da lei essas pessoas.”

Em vídeo, Filipe explicou o motivo pelo qual resolveu tomar a atitude de processar os seus difamadores, confira:

Anúncios

Deixe uma resposta