Crítico de cinema petista Pablo Villaça comenta filme da Lava Jato e tenta – mas não consegue – esconder a irritação

O crítico de cinema Pablo Villaça, conhecido e assumido petista, fez comentários acerca do filme sobre a Lava Jato. Ele pareceu tentar demonstrar “imparcialidade”, mas a verdade é que seu viés ideológico não deixou a raiva ficar contida.

Pablo até começa fazendo pequenos elogios ao filme, tentando parecer neutro, mas em seguida perde o prumo e começa a criticar até mesmo itens que havia elogiado antes, chegando ao final do vídeo com uma crítica agressiva a todos os elementos da obra.

Vale mencionar, ainda, o cinismo exacerbado. Quando Pablo sugere que o filme é absolutamente partidário, ele cita coisas que sequer fazem sentido. Ao final, conclui que é “sintomático” os personagens negarem o seu partidarismo durante a trama, quando na realidade é exatamente isso o que ocorre.

Desde o início da Operação Lava Jato, figuras como Sérgio Moro e diversos delegados e procuradores são frequentemente acusados de serem tucanos. Para forçar essa narrativa, petistas até inventaram a estória de que Moro não condenou Aécio Neves, ignorando que o senador tem foro privilegiado e Moro é juiz de primeira instância.

 

Anúncios

3 comentários sobre “Crítico de cinema petista Pablo Villaça comenta filme da Lava Jato e tenta – mas não consegue – esconder a irritação

  1. Entao Pablo, saindo um pouco do Filme, adoraria ouvir tua opinião sobre a Corrupção no Brasil, e como deveriamos, para que nao fossemos pardidários, conseguir estancar ou diminuir esta Corrupção. Queria tambem ouvir tua opinião sobre a caravana de Lula pelo Nordeste. Isto nao seria propaganda politica antecipada?

Deixe uma resposta