Eita: planilha da Odebrecht mostra repasse a Heráclito maior do que relatado por delator

O sistema usado para registrar o pagamento de propinas da Odebrecht, conhecido como Drousys, indicou que o deputado federal Heráclito Fortes recebeu o dobro do que havia sido relatado por um dos executivos da empreiteira em delação premiada. O deputado recebeu R$400 mil nas eleições de 2010, e não R$200 mil como havia sido delatado.

 

Anúncios

Deixe uma resposta