Ex Procuradora perseguida por Maduro chega ao Brasil e causa tremores em petistas por delatar Odebrecht

Luisa Ortega, a procuradora geral da Venezuela que foi destituída pelo ditador Nicolás Maduro, chegou ao Brasil.

Nesta quarta-feira, ela acusou o ex vice presidente venezuelano, Disdalo Cabello, que é aliado do ditador Maduro, de ter recebido 100 milhões de dólares da empreiteira brasileira Odebrecht.

A propina teria sido repassada através de uma empresa espanhola cujo os proprietários são Jorge Alfredo Cabello e Jerson Jesús Campos Cabello, primos de Disdalo Cabello.

Na Venezuela é fato notório que o PT ajudou na consolidação dos regimes ditatoriais bolivarianos.

Em sua passagem pelo Brasil, a procuradora participou de um encontro de chefes do Ministério Público do Mercosul em Brasília, e declarou que irá entregar para as autoridades da Espanha e de outros países as informações sobre os esquemas de corrupção da empreiteira brasileira na Venezuela.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Ex Procuradora perseguida por Maduro chega ao Brasil e causa tremores em petistas por delatar Odebrecht

Deixe uma resposta para Luna Maria Alves Cancelar resposta