Estudante líder de invasões escolares que se dizia “apartidária” tietou ao lado de Lula

Não que seja surpresa para alguém, mas a “estudante” Ana Júlia, que ficou conhecida no ano passado após defender as invasões de escolas públicas na Assembleia Legislativa do Paraná, apareceu recentemente em foto tietando Lula no nordeste.

Já se sabia na ocasião que a “estudante” era, de fato, uma militante esquerdista. No entanto, ela insistiu em se vender como “apartidária”, como se pode ver em entrevistas que ela mesma concedeu. Agora não há mais qualquer sombra de dúvida.

Anúncios

3 comentários sobre “Estudante líder de invasões escolares que se dizia “apartidária” tietou ao lado de Lula

  1. Inacreditável: esquerdistas em geral mentem como se nada houvesse. Será que a educação deles é tão péssima assim que ninguém, nem seus pais, lhes ensinou que mentir é roubar? mentir é pecado, equivale a um roubo, pois prejudica alguém. Essa gente me dá nojo.

  2. 1) A AnaJú voltou! Previsão de novas invasões!
    Muitas pessoas e cabuladores de aulas estavam com saudades da “líder” dos invasores de escolas estaduais do Paraná e dos transtornos que ela comandava.
    O que será que ela fez enquanto esteve ausente da mídia?
    Estudando para entrar em alguma universidade pública é que não deve ter sido. Basta ela dizer “Sabe com que cê tá falando, sua anta? Sou a Anajú do Paraná e amiga do Lula” e pronto: matricula efetivada.
    Desta vez ela promete que não dirá que os deputados “têm as mãos sujas de sangue”.
    É que muitos políticos têm as mãos sujas da lama lulista e petista.
    2) A Anajú é uma evidência da existência do gene petista-esquerdista que é transmitido dos pais aos filhos predestinados (os pais dela são petistas).
    Outros exemplos: filhos do José Dirceu, filhos do José Genoíno, filha da dona Maria do Rosário, filhos do Suplicy (o Supla além de petista é pirado), a filha da dona Assombração Rousseff, a filha do Tarso Genro e especialmente os filhos do Lulão e os filhos dos filhos do Lulão.
    É a perpetuação da espécie: filho/filha de petista/esquerdista jamais será um liberal conservador/conservadora.

Deixe uma resposta