Ação frouxa e conivente do Brasil diante da Venezuela já começa a receber críticas pesadas

O vice presidente dos EUA, Mike Pence, passou por alguns países da América Latina na semana passada. Visitou a Colômbia, Argentina, Chile e Panamá, o Brasil ficou de fora do roteiro mesmo sendo a maior economia da região.

O assunto de interesse entre Pence e os demais países foi a crise da Venezuela, que vive uma ditadura socialista nas mãos de Maduro. A Argentina e a Colômbia receberam elogios pela liderança no combate a crise da Venezuela e esforços para identificar os corruptos do regime ditatorial de Maduro.

Não é de se estranhar que o Brasil tenha sido excluído das reuniões, o PT tem grande responsabilidade na ditadura venezuelana, e Maduro ainda é endossado por esse e outros partidos satélites da extrema esquerda brasileira.

“O Brasil está bastante concentrado em sua situação interna, apenas se uniu a outros países em condenações à Venezuela, mas não tem desempenhado papel de liderança em relação à crise”, declarou Michael Shifter, presidente do Diálogo Interamericano.

Anúncios

Deixe uma resposta