Suspensão de acordo de delação de Eduardo Cunha pode complicar petistas e comparsas de Joesley

Informa o Estadão:

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi informado de que as negociações de seu acordo de delação foram suspensas pela PGR (Procuradoria-Geral da República). Cunha, que está preso há dez meses no Complexo Médico Penal, em Pinhais (PR), recebeu a notícia depois que seus advogados foram informados oficialmente pelos procuradores de que não havia qualquer possibilidade do acordo do político evoluir.

A questão é que Janot não parece estar totalmente no controle da situação. Ele tentou guiar esta delação nos últimos meses a fim de atacar inimigos do PT, mas se ele não controla o jogo e se já está prestes a sair da PGR, isso significa que não terá como impedir num futuro próximo que Cunha acabe delatando petistas.

Anúncios

Deixe uma resposta