Putin humilha o Ocidente ao tomar dianteira na convocação na luta contra o terror após ataque em Barcelona

Vladimir Putin, presidente da Rússia, emitiu um comunicado nesta quinta-feira pedindo para que o “mundo se una em uma batalha intransigente contra as forças do terror”, a declaração ocorreu após o ataque sangrento que aconteceu em Barcelona.

“Condenamos firmemente este crime cruel e cínico contra civis”, disse Putin em um ao rei espanhol, Felipe VI, em um telegrama.

“O que aconteceu confirma mais uma vez a necessidade de uma legítima união dos esforços de toda a comunidade mundial em uma batalha intransigente contra as forças do terror”, acrescentou Putin.

Cerca de 13 pessoas morreram depois que terroristas utilizaram uma van e atropelaram pedestres num ataque em Barcelona.

Anúncios

Um comentário sobre “Putin humilha o Ocidente ao tomar dianteira na convocação na luta contra o terror após ataque em Barcelona

  1. Mas isso ai é papo de político! Em 2001 naquele maldito 11 de setembro, o Bush saiu com as mesmas palavras e a necessidade de fazer “guerra contra o terror”. E o que resolveu? NADA!

    É só os países que abrigaram os imigrantes pararem de populismo, assistencialismo e permitirem que seus cidadãos de bens se armem.

    Só pra variar, em todos os países europeus que estão sofrendo ataques terroristas a população é desarmada. É o paraíso para terroristas, psicopatas e bandidagem em geral.

Deixe uma resposta