Mídia promove e endossa agressão contra o povo ao ocultar violência da extrema-esquerda em manchetes

Que a extrema-esquerda seja intolerante é um fato conhecido. Hoje, durante as manifestações a favor do projeto Escola Sem Partido, este fato veio a tona novamente.

Grupos e movimentos organizados pela sociedade civil marcaram para hoje, 15, atos em todo o país para pressionar as câmaras de vereadores a discutirem o projeto, que visa erradicar ou pelo menos amenizar a doutrinação escolar. Contudo, grupos violentos e milícias de extrema-esquerda também se organizaram para atrapalhar o evento, criando baderna e agredindo a população. As imagens são bastante claras…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ao ocultar a agressão com eufemismos do tipo “protestos”, “brigas” ou qualquer coisa que não explicite a violência ocorrida, a mídia está promovendo esta violência, pois está acobertando os verdadeiros agressores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

As matérias de diversos jornais simplesmente escondem o fato de que houve iniciação de violência apenas de um lado – o dos esquerdistas – e que aqueles favoráveis ao Escola Sem Partido foram, no máximo, as vítimas destas agressões. Não houve briga ou “protesto”, o que houve foi um ataque organizado de grupos políticos contra cidadãos.

Anúncios

Um comentário sobre “Mídia promove e endossa agressão contra o povo ao ocultar violência da extrema-esquerda em manchetes

  1. Retorno a dizer, se a nação de bem nao abrir os olhos e exigir nas portas dos quarteis, uma intervenção já, nós entraremos numa profunda ditadura comunista no país. Quem avisa amigo é…. O alerta foi dado… Ou fazemos algo ou eles fazem conosco.

Deixe uma resposta