Integrantes do MBL-RJ sofrem ameaças da extrema-esquerda e precisam ser escoltados pela PM

Os integrantes do Movimento Brasil Livre do Rio de Janeiro foram escoltados pela Polícia Militar, nesta terça-feira, após o ato que realizaram pelo Escola Sem Partido.

A polícia não achou seguro que os ativistas continuassem no local após o grupo democrático ser cercado por black blocs e terroristas do ANTIFA.

“Os defensores da democracia querem bater na gente.” disse Bernardo Sampaio, coordenador do Rio de Janeiro, em transmissão ao vivo.

Confira o vídeo, em breve mais informações.

Anúncios

Um comentário sobre “Integrantes do MBL-RJ sofrem ameaças da extrema-esquerda e precisam ser escoltados pela PM

Deixe uma resposta