Temer arrega e volta atrás em Bolsa-Presidiário. PCC agradece…

por Rafa Silva

 

Conforme apurou Andreza Matais para o Estadão, o presidente Michel Temer, no último domingo (13), recuou em sua proposta de eliminar o Auxílio Reclusão – espécie de Bolsa-Presidiário que premia quem comete crimes.

De acordo com a matéria, o presidente alegou que tal medida poderia redundar em “rebeliões”, demonstrando o atual estado de descontrole completo do sistema carcerário brasileiro. Temer foi confrontado pela equipe econômica, de olho na economia de R$600 milhões para 2018. Ainda assim, preferiu o recuo.

Num momento em que o sistema político propõe um gigantesco fundo partidário e o governo pede o “sacrifício” da população na reforma trabalhista, este não é, definitivamente, o melhor aceno que o peemedebista pode dar para os brasileiros.

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “Temer arrega e volta atrás em Bolsa-Presidiário. PCC agradece…

  1. ENQUANTO ISSO, os nazistas (peritos) do INSS estão exterminando os doentes e moribundos aposentados por invalidez. Doentes e moribundos não t~em força de reação e nem quem se interesse em defendê-los.
    Juízes, Procuradores, Promotores, Políticos, Funcionários Públicos, continuam com seus super-salários, super-aposentadorias e privilégios garantidos.
    Aposentados e Pensionistas do INSS têm que morrer, para que seus direitos sejam absorvidos (sugados) pela classe Nobre do Brasil.

Deixe uma resposta