Waldir Maranhão quer se candidatar ao Senado com apoio de governador comunista

O deputado federal Waldir Maranhão, eleito pelo Estado homônimo, trocou o PP pelo PT do B. Presidente interino da Câmara dos Deputados após o afastamento de Eduardo Cunha, Maranhão ficou conhecido nacionalmente após tentar anular o impeachment da ex presidente Dilma Rousseff.

Agora, em retribuição aos serviços prestados, troca de partido aspirando uma candidatura ao Senado, apoiado pelo atual governador maranhense Flávio Dino, do PC do B, o partido comunista do Brasil, fiel aliado do petismo.

Para um Estado que foi por muitos anos berço da família Sarney, imaginava-se que nada pior poderia lhes acometer. Ledo engano.

Anúncios

Deixe uma resposta