Miliciano que atirou ovo em Dória confessa o crime, faz piada e segue solto

Na noite desta segunda-feira, 7, a Câmara Municipal de Salvador identificou três manifestantes que atiraram ovos em João Doria, prefeito de São Paulo, que foi à Bahia receber o título de cidadão soteropolitano e acabou agredido por sicários do terrorismo esquerdista.

Os agressores irão receber uma punição administrativa: não poderão mais entrar na Câmara de Salvador até o final deste ano.

Um dos agressores é um produtor cultural chamado Eucimar Freitas, militante-sicário do Partido Criminoso dos Trabalhadores, PT. Ele também é membro do Conselho Municipal de Cultura de Salvador. Eucimar admitiu que agrediu João Doria e declarou à Folha: “Deu até pena do ovo. Era novinho”.

Esquerdistas não sentem vergonha por agirem como animais selvagens.

Anúncios

Deixe uma resposta