URGENTE: Feminista do PSOL será investigada por corregedoria após publicação ofensiva

Por ofender um internauta que a questionou acerca de seus gastos como suplente do legislativo paulistano, Isa Penna (PSOL) responderá processo disciplinar na corregedoria da Câmara Municipal de São Paulo.

A decisão foi anunciada após a militante ultraesquerdista liderar uma invasão no plenário da Câmara na tarde desta quarta-feira (9), pelo atual corregedor-geral, vereador Souza Santos (PRB). É dele a atribuição de abrir ou arquivar denúncias e investigações internas.

Isa Penna, além de suplente, também ocupa cargo comissionado no gabinete do vereador Toninho Vespoli, seu colega de partido. Como servidora pública, está submetida ao código de ética e regimento interno e pode ser punida até com a perda do cargo. O pedido de investigação foi feito pelo vereador Camilo Cristófaro (PSB), que já se envolveu em polêmica com a suplente após ter sido acusado de agredi-la, em março.

Vídeo e mais detalhes em breve.

Anúncios

Deixe uma resposta