Justiça de SP acata decisão de Moro sobre triplex: não poderá ser usado em recuperação judicial

O juiz federal Sergio Moro decretou o confisco do tríplex 164-A assim que condenou o ex-presidente Lula, o proprietário do local em nome da OAS.

O imóvel não poderá ser usado como garantia no processo de recuperação judicial da empreiteira, que tramita perante a 1ª Vara de Falência e Recuperações Judiciais da Justiça Estadual de São Paulo.

A justiça paulista deu ciência ao pedido e seguiu a decisão de Moro.

Anúncios

Deixe uma resposta