Deputado Wlad admite que tatuagem falsa era para “zoar com o pessoal da oposição”. E ele conseguiu…

Nesta quarta-feira, 9, o deputado Wladimir Costa, SD, admitiu que a tatuagem que fez no ombro em homenagem ao presidente Michel Temer era falsa: “Era de henna. A intenção era zoar o pessoal da oposição. Era uma brincadeira”, declarou.

Wladimir fez sucesso nas redes sociais com a brincadeira, declarando que tinha pensado em Temer para suportar a dor e que o valor da homenagem tinha sido parcelado em 6 vezes no cartão de crédito.

Anúncios

Deixe uma resposta