Como pretexto para prender opositores, Constituinte de Maduro diz que vai investigar “crimes políticos” desde os tempos de Chávez

Informa a Exame:

A Assembleia Constituinte vai investigar os casos de violência política ocorridos na Venezuela desde 1999, quando Hugo Chávez assumiu o poder, anunciou a presidente Delcy Rodríguez. As apurações acontecem no âmbito da “Comissão da Verdade”, proposta pelo presidente Nicolás Maduro, para estabelecer responsabilidades por crimes com fins políticos.

Percebam que a “Comissão da Verdade” nada mais é do que uma versão hardcore da “Comissão da Verdade” que a extrema-esquerda fez no Brasil.

A diferença foi que aqui o objetivo era culpar apenas os militares pelos crimes da Ditadura, enquanto os guerrilheiros eram tratados como meras vítimas. Já no caso venezuelano o objetivo é perseguir opositores e tratá-los como criminosos, o que na prática dá quase na mesma.


Anúncios

Deixe uma resposta