Ditador Maduro veta coalizão de oposição nas eleições estaduais

A ditadura socialista de Nicolás Maduro deu nova amostra de seu totalitarismo hoje (07). O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela, controlado por Maduro, determinou que a principal coalizão de oposição do país, a MUD (Mesa de Unidade Democrática), não participe das eleições estaduais – a serem realizadas em dezembro – em 7 dos 23 estados do país.

“A organização política MUD deverá se abster de apresentar candidaturas nos estados de Zulia, Apure, Monagas, Bolívar, Trujillo, Aragua e Carabobo”, afirmou o CNE. A inscrição de candidatos para as eleições estaduais, as quais deverão eleger novos governadores e deputados estaduais, ocorre apenas amanhã (08) e quarta-feira (09).

Parte dos partidos que compõem a MUD, como o Voluntad Popular (VP) e a Acción Democrática (AP) ainda poderão apresentar candidatos em todos os estados. A coalizão opositora MUD, formada por diversos partidos políticos, possui a maioria na Assembleia Legislativa desde dezembro de 2015, quando elegeu 112 dos 167 deputados federais.

Em resposta à derrota eleitoral de 2015, Nicolás Maduro promoveu uma eleição fraudulenta – onde apenas partidários do ditador participaram – e elegeu uma “Assembleia Constituinte” que tomou posse no último sábado (05).

As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

Anúncios

Deixe uma resposta