URGENTE: Repasses para Gleisi somaram R$ 4,5 milhões, conforme PF

Segundo informou o Antagonista, a Polícia Federal identificou na planilha do setor de propinas da Odebrecht, associado ao codinome “COXA”, o valor de R$ 1 milhão. Além do codinome também consta um número de celular e endereço de entrega.

A linha telefônica pertence a Oliveiros Domingos Marques Neto, dono da agência Sotaque Brasil, empresa que prestou serviço de propaganda e marketing para a última campanha da petista de extrema-esquerda Gleisi Hoffmann, atual presidente do Partido Criminoso dos Trabalhadores.

A PF também rastreou outros seis pagamentos no mesmo valor, além de um pagamento de R$ 150 mil em 2008 e duas parcelas de R$ 150 mil em 2010.

“Também foram identificados os locais onde os pagamentos foram realizados e as pessoas responsáveis pelo transporte de valores”, informou a PF.

A senadora de extrema-esquerda foi imputada a crime eleitoral, além de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

 

Anúncios

2 comentários sobre “URGENTE: Repasses para Gleisi somaram R$ 4,5 milhões, conforme PF

  1. Mesmo acusada de cometimento de crimes greves no âmbito de investigação da Lava Jato, como recebimento de propina para sua campanha eleitoral no importe alguns milhões de reais, reputado com crime de corrupção de cunho eleitoral, juntamente com o seu esposo Bernardo, ex ministro do Governo Dilma Rousseff, acusado de lesar os aposentados, com recebimento de percentual nos empréstimos consignados concedidos aos mesmos, através de uma firma encarregada da operação de financiamento; a senadora, Gleise Hoffeman não perde a pose, e nem, muito menos, a arrogância, quando investe furiosamente contra os seus oponentes políticos em pronunciamentos recheados de ofensas e carregadas do radicalismo marxista petista, ao atacar violentamente todos aqueles que não comungam com seu ponto de vista e ou se posicionam contrario ao seu modo de pensar e agir, como no caso mais recente e lamentável ocorrido nas dependências do Senado Federal, ao se apossar, na companhia de mais três colegas igualmente arruaceiras, da mesa da presidência transformada, de forma abusiva, em refeitório, impedindo que o Presidente pudesse, por algumas horas, dar prosseguimento aos trabalhos legislativos.

Deixe uma resposta