Média de mortes da ditadura de Maduro já supera com folga a da ditadura militar brasileira

A média de mortes da ditadura socialista da Venezuela já supera o período mais sangrento de nossa história recente. Durante a ditadura militar brasileira, entre 1964 e 1985, foram mortos ou desaparecidos 434 pessoas, uma média de 20,9 por ano. Já na Venezuela, somente esse ano, desde que  Nícolas Maduro oficializou a ditadura socialista, já morreram 112 venezuelanos.

Em menos de um ano, a ditadura socialista já matou cinco vezes mais que a média da ditadura militar brasileira. Mas esses  números não são suficientes para revoltar partidos de esquerda no Brasil, que normalmente usam as mortes do período militar brasileiro para ganhar eleições no país. Recentemente,  o PT e PC do B ignoraram a violência do ditador socialista e assinaram apoio a ditadura sanguinária da Venezuela.

As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

Anúncios

8 comentários sobre “Média de mortes da ditadura de Maduro já supera com folga a da ditadura militar brasileira

  1. A média é 20,9 AO ANO. Madura tem média, por baixo, de 20 AO MÊS. Da quase uma ditadura a cada 2 anos

    São 10 vezes mais letais. E como disse, POR BAIXO, pois tem os assassinatos indiretos, como os por fome ou doenças como câncer.

  2. DITADURA MILITAR MATARAM GUERRILHEIROS E AGENTES INTERNACIONAIS E FORAM MENOS DE 350 EM 21 ANOS!!!
    COMUNISTAS MATARAM 120 MILHÕES DE INOCENTES ENTRE 1917 E 2004, SEM FALAR QUE SÃO SÓCIO-FUNDADORES DO NARCO-TRAFICO!

  3. Repórter tendencioso, quer colocar o povo contra os militares, a ditadura no Brasil matou somente quem não prestava, hoje essa tal “democracia” nojenta mata o povo inocente, nas filas dos hospitais, nas ruas sendo assaltados e de fome e frio, seu lazarento, mentiroso. A ditadura militar do Brasil nos posibilitou o pouco de progresso que temos hoje, quero ver daqui 20 anos com a geração de agora. Intervenção já. Precisamos de ordem e não de políticos comunistas.

Deixe uma resposta