Colunista da Folha diz que Maduro se tornou “o novo estorvo do PT”

Mathias Alencastro, colunista da Folha Uol, escreveu nesta segunda-feira o seguinte:

A realização de uma Assembleia Constituinte na Venezuela, proposta institucional idealizada por Nicolás Maduro contra um parlamento eleito há pouco mais de um ano e no qual pontifica uma maioria da oposição, lembra o movimento do Congresso brasileiro contra a presidente Dilma Rousseff no ano passado.

Veja bem, para Mathias o golpe de Maduro para se perpetuar no poder como ditador se compara ao impeachment da ex-presidente incompetente Dilma Rousseff. Sinal claro de falhas nas sinapses do “jornalista”. E ele segue em outro trecho:

Nesse contexto, a atitude do Partido dos Trabalhadores, que reiterou o seu apoio a Maduro, é incompreensível. A associação ao regime venezuelano pode se tornar um estorvo para o partido na sua busca por uma nova dinâmica. Na França, Jean-Luc Mélenchon, que estava perto de chegar ao segundo turno das eleições presidenciais, perdeu pontos decisivos por conta do seu tropismo bolivariano. Na Espanha, o Podemos, coqueluche da esquerda, enfrenta semelhante problema.

Na cabeça perturbada do “jornalista”, o mais importante não é denunciar a ditadura criminosa e sanguinária de Nicolás Maduro. E nem há problemas nos partidos de extrema-esquerda estarem ao lado do ditador. A única coisa que importa para Mathias é que o apoio não seja público, pois assim é mais fácil dos sicários petistas retomarem o poder em 2018 e, com isso, transformarem o Brasil numa Venezuela. Veja:

Num momento em que o apoio da opinião internacional desempenha um papel fundamental na estratégia de defesa ex-presidente Lula, o posicionamento do PT afasta, em vez de agregar, potenciais aliados. Os grandes jornais, partidos e lideranças políticas da social democracia europeia, que criticaram ou se abstiveram de apoiar o impeachment de Dilma Rousseff, são inequivocamente contra a Constituinte de Nicolás Maduro. Do ponto de vista da relação de forças internacional, o apoio e solidariedade a Maduro pode se revelar um tiro no pé do Lula disparado pelo seu próprio partido.

Mathias está preocupado com o retorno de seu ídolo Lula, aquele que ajudou a colocar Maduro no poder da Venezuela. Ele não se importa com o povo passando fome no nosso país vizinho, ele só se importa em preservar a imagem do Partido Criminoso dos Trabalhadores. Para ele, não é necessário se posicionar ao lado da justiça e sim ao lado do oportunismo, do que for mais conveniente para trazer Lula de volta. Patético.

Anúncios

5 comentários sobre “Colunista da Folha diz que Maduro se tornou “o novo estorvo do PT”

  1. A folha não tem pudor nenhum de escolher jornalistas que tenham lado…a isenção ali passa a anos luz de distancia! Se esta for a página pessoal dele, o que ele curte em boa parte é o lixo da esquerda. E não se envergonha disto de modo algum, acha até bonito! A página pessoal dele esquerdeja em altos níveis de radioatividade. Eu imagino ele babando quando dá ”ok” em publicar e compartilhar coisas de lula, o ídolo dele.

    as curtidas dele

    https://www.facebook.com/mathias.alencastro/likes?lst=100001012743539%3A509745305%3A1502162107

  2. Impressiona a cara de pau que sempre acompanha os hipócritas que, como sabemos, sempre se confundem no final ou mudam de opinião de acordo com suas necessidades ou de poder ou de fama.
    Nesse caso, a inversão de uma realidade perversa, a destruição de um país e a barbárie que acompanha essas “necessidades” (fruto de delírios, baixa estima ou simples masoquismo) nos faz pensar em formandos que não passaram no curso em um hospício e ainda ostentando suas camisas-de-força como um troféu.
    Maduro, um ex-motorista de ônibus, assim como Lula, um ex-metalúrgico (não tenho nada contra essas profissões) nos escalda em óleo quente e, através desse caos ensina o que aprenderam no manicômio, o que nos leva a imaginar que também fizemos ali o curso e continuamos com as amarras e vendados.
    O novo estorvo do PT é o próprio PT, com suas mazelas, sua cobiça, ganância que se instalou desde 2002 (ou mesmo antes, num sonho que parecia impossível) e a demência que persiste ao pretender que esse poder seja eterno, vitalício, onde ninguém viu nada, sabe de nada ou que “nunca na história deste país aconteceu isso e aquilo”, esquecendo-se ou “não vendo” a cagada que fizeram, embora possam alegar insanidade.
    Portanto, para que possamos recuperar o Brasil, ou os Venezuelanos a Venezuela, o primeiro passo é parar o torno e o ônibus desenfreados.

  3. São reamente gente de 2 caras, Cancelei a minha assinatura da Folha porque o jornal tem 80% de esquerdopatas escrevendo, eles que vendam jornal para os comunas então! Outro como esse é o Kenedy Alencar, quando o cara começa a falar, mudo para música, pena que em campinas a Jovem Pan, quase que só toca música!

    1. Esse kennedy alencar (com minúsculas de propósito) só não é pior que a bicha louca do jorge pontual da globo. Duas nojeiras piores do que lixo, porque o lixo pelo menos é reciclável. Já esses dois não servem nem pra adubo.

Deixe uma resposta