ABSURDO: PCC reservou R$ 150 para matar policiais e agentes penitenciários em SP

Uma planilha encontrada no computador de um membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) mostra que a facção criminosa reservou R$ 150 mil para uma operação que visava matar policiais e agentes penitenciários de São Paulo.

Do total deste valor, pouco mais de R$ 133 mil já tinham sido gastos no monitoramento da rotina de um policial militar e dois carcereiros do sistema penitenciário paulista.

“É possível perceber os altos gastos com telefones, celulares, viagens, hospedagem, aquisição de veículos e de equipamentos de informática, tudo para pôr em prática e executar a tal ‘sintonia da inteligência'”, afirma em denúncia oferecida à Justiça o promotor Lincoln Gakiya.

04ago2017----planilha-do-pcc-com-gastos-para-monitorar-agentes-de-sao-paulo-1501872610640_615x300.jpg

A informação é do portal UOL.

Anúncios

Um comentário sobre “ABSURDO: PCC reservou R$ 150 para matar policiais e agentes penitenciários em SP

Deixe uma resposta