Vaticano se posiciona e exige que Venezuela suspenda Constituinte fraudulenta

Informa o portal UOL:

O Vaticano exigiu nesta sexta-feira (4) que a Venezuela respeite os direitos humanos e suspenda a posse da Assembleia Constituinte, eleita no último domingo (30) para escrever uma nova Constituição, como uma manobra política do presidente Nicolás Maduro. Em um comunicado emitido pela Secretaria de Estado da Santa Sé, o Vaticano pediu que “seja assegurado o pleno respeito dos direitos humanos e das liberdades fundamentais, bem como a Constituição vigente”. “Que sejam suspensas as iniciativas em curso, como a nova Constituição, para favorecer a reconciliação e a paz, e não fomentando um clima de tensão e de confronto, para que sejam criadas condições para uma solução negociada”, ressaltou. 

Naturalmente, isso não tem grande impacto em seu sentido prático. Maduro tem desprezado o bom senso, os direitos humanos e qualquer outra coisa que não seja exclusivamente seu interesse pessoal pelo poder.

A realidade é que a Venezuela está atravessando um limite a partir do qual será difícil recuar. Analistas preveem que o país ainda esteja longe de resolver sua crise, o que é de fato muito provável.

Anúncios

Um comentário sobre “Vaticano se posiciona e exige que Venezuela suspenda Constituinte fraudulenta

  1. Soltar notas condenando o massacre ao povo venezuelano, promovido pela regime ditatorial de Maduro, não vai pará- lo. A questão é, que ninguém parece realmente disposto a fazer o que for necessário para parar esse genocida.

Deixe uma resposta