Constantino: “Vergonha nacional é Joesley Batista não passar um dia sequer na prisão!”

O economista e comentarista político Rodrigo Constantino escreveu, na Gazeta do Povo, o seguinte:

Então o GLOBO resolve dar espaço para que os leitores saibam o que Joesley Batista pensou da votação ontem? Por que não convidar logo o Alexandre Nardoni para comentar sobre educação infantil, ou o goleiro Bruno para falar de namoro? Por que não chamar José Dirceu para falar de corrupção? Ops! A Folha de SP fez exatamente isso…

E também:

É uma piada de mau gosto, um escárnio. Eis o que é uma vergonha nacional: Joesley Batista não ter passado um dia sequer na prisão! Joesley manter seus bilhões e poder ir para Nova York, inclusive levando seu iate novo. Joesley ter fechado um acordo de delação de pai pra filho (Janot sendo o pai), enquanto até agora não forneceu nada para efetivamente punir Lula, o maior bandido do país. Vergonha é o viés do trabalho do próprio procurador-geral Rodrigo Janot, que despertou para o patriotismo somente após o impeachment de Dilma. Vergonha é a CVM não ter feito nada ainda após a escancarada operação criminosa no mercado de câmbio um dia antes de sair a delação de Joesley, que jogou o dólar nas alturas e rendeu milhões à JBS. Isso é uma vergonha!

Joesley, após seu acordo absurdo com Rodrigo Janot, delatou Temer e mais alguns que até o momento nem foram presos, mas garantiu sua impunidade de forma indiscutível, mesmo sendo criminoso confesso. É realmente uma grande vergonha.

Anúncios

Deixe uma resposta