Maduro recua e decide adiar instalação de Constituinte em meio a denúncias de fraude

O tirano da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que a instalação da fraudulenta Assembleia Constituinte, prevista inicialmente para esta quinta-feira, foi adiada para a próxima sexta, em meio à pressão internacional e a denúncias de fraude na votação.

“Foi proposto que a instalação da Assembleia Nacional Constituinte seja feita, em vez de na manhã de quinta-feira, em paz, com tranquilidade e com todo o protocolo necessário, na próxima sexta-feira às onze da manhã”, disse Maduro em um ato com os constituintes eleitos no domingo passado, de acordo com a Istoé.

Obviamente, o buraco é mais embaixo. Maduro está sofrendo pressão internacional e precisa de tempo para garantir que tudo ocorra de forma que lhe seja favorável. Para isso é necessário que ele recorra ao plano B, seja qual for.

Anúncios

Deixe uma resposta