Lula quer programa de TV do PT baseado em radicalismo chavista

por Roger Scar

O ex-presidente Lula defendeu, nesta segunda-feira em São Paulo, que o partido precisa adotar uma “política radical” para a campanha do ano que vem. Isso inclusive foi tema do editorial do Estadão de hoje.

Esse tom mais radical, a propósito, já tem sido adotado. Desde que Gleisi Hoffmann assumiu a presidência do partido, e também desde que José Dirceu voltou a articular nos bastidores, a legenda e seus representantes se tornaram mais “hardcore”.

Contudo, há um lado bom nisso. A população brasileira está, em grande parte, preocupada com os recentes acontecimentos na Venezuela, e também é de conhecimento geral a ligação dos petistas com a ditadura chavista. Excetuando-se aqueles que apoiam mesmo os ideais do partido, a maioria da população teme que o PT possa voltar ao poder e destruir o Brasil como Chávez e Maduro fizeram com o país vizinho.

Aliás, isso provavelmente vai acontecer se os petistas retornarem. Desta vez, se conseguirem o poder novamente, não vão querer correr o risco de perdê-lo. É natural que se tenha medo de quem tem ambições totalitárias.

Anúncios

Um comentário sobre “Lula quer programa de TV do PT baseado em radicalismo chavista

  1. A verdade que a extrema esquerda está perdendo a linha a tempos e estão voltando aos tempos do período de regime militar no Brasil, ataques a instituições até mesmo com armas (queimar pneus, destruir bancos, invadir fazendas…). O tempo da infiltração nas instituições foram fortes, mas não o suficiente para todos caírem e eles tomarem o poder de vez. Agora vão para o tudo ou nada, pior é que mesmo que dê nada, continuarão existindo

Deixe uma resposta