Luciana Genro se faz de sonsa ao falar dos 14 milhões de desempregados do Brasil

Luciana Genro, líder gaúcha do partido de extrema-esquerda Psol, questionou os votados que apoiaram Temer justificando que estavam pensando na estabilidade econômica. “Em que país vivem deputados que apoiam Temer pela “estabilidade econômica”? Não no Brasil dos 14 milhões de desempregados!”.

Luciana parece esquecer que esses desempregados são heranças do governo petista, de extrema-esquerda, que assim como ela defende políticas desastrosas e apoia ditaduras ao redor do mundo. Ou Genro se faz de sonsa ou é sonsa. Como declarar indignação por existirem desempregados e ao mesmo tempo seguir ideologias que devastam nações e causam apenas miséria e pobreza? O cinismo psolento não tem limites.

Anúncios

3 comentários sobre “Luciana Genro se faz de sonsa ao falar dos 14 milhões de desempregados do Brasil

Deixe uma resposta