Cobrada pelos gastos do mandato, vereadora do PSOL tripudia: “Dinheiro público tá ai pra ser gasto com o povo babaca”

A suplente de vereadora do PSOL Isa Penna perdeu as estribeiras ao ser questionada por um internauta acerca de seus gastos durante os 30 dias que cumpriu mandato na Câmara Municipal de São Paulo. Após o cidadão Lucas Mariano ter postado a matéria do JornaLivre em que repercutimos reportagem da Gazeta de São Paulo e revelamos seus gastos (você pode ver aqui), a feminista disparou: “Eu quero é mais, até tua alma. Dinheiro público tá ai pra ser gasto com o povo babaca. Vaza muleke”

isa penna 04.png

Sem papas na língua, a vereadora confessou querer mais dinheiro público e “até sua alma”, chamando o povo de babaca. A discussão, porém, continuou:

Você também pode ver através da postagem original (enquanto ela não apaga):

 

 

Anúncios

24 comentários sobre “Cobrada pelos gastos do mandato, vereadora do PSOL tripudia: “Dinheiro público tá ai pra ser gasto com o povo babaca”

  1. Não querendo defender (detesto gente de esquerda), mas acho que ela simplesmente esqueceu a vírgula depois da palavra “povo”.

    Ela parece ter querido dizer “Dinheiro público tá ai pra ser gasto com o povo, babaca” (ou seja, chamando especificamente o Lucas Mariano de “babaca”).

    Não que isso seja uma forma condizente de se expressar para aqueles que pagam seu caríssimo salário, mas penso que o contexto era levemente diferente do que o que vocês estão repercutindo.

    1. É mesmo Joaquim? E como você explica a parte anterior da postagem dela, já que é pra falar de contexto? “Eu quero mais, até a tua alma. Dinheiro público tá ai pra ser gasto com o povo babaca”. Parece que você deliberadamente ocultou o trecho inicial, justamente o trecho que deixa bem clara a intenção dessa vagabunda.

    2. Correto, e como ela está gastando o dinheiro com o gabinete dela ela estaria chamando o pessoal do gabinete dela de babaca, Jornal Livre força a barra.

    3. Embora seja de esquerda,concordo com o posicionamento de Joaquim Rocha: também creio ser um caso de virgula mal colocada e que o “babaca” era direcionado a quem a questionou…

    4. Ia dizer o mesmo. Sim, a falta de intuição textual me faz duvidar deste jornal. Acho ela completamente errada no trato com o público, mas esse jornal deixou a desejar. No momento em que vão fazer uma matéria citando postagens de redes sociais, devem no mínimo, ter o bom senso para saber que em Rede social ninguém segue a norma culta da língua .

    5. a questão, com virgula ou sem virgula, é que esse dinheiro gasto é a verba para o funcionamento do “escritório” do vereador (tem um nome próprio que esqueci agora). Não é dinheiro para ser distribuído por aí, para o povo ou não. É verba para ser usada com funcionários, material, deslocamentos, etc… fazer “bondade” com esse dinheiro (se é que foi feito) é antiético e pode ser considerado dinheiro usado com fins políticos ou eleitoreiros, além de ser desvio de função da verba.

    6. Independente do direcionamento da ofensa, dinheiro público não é a conta bancária do papai para esbanjar como se não houvesse amanhã.

    7. Perfeito, provavelmente é isso. Mas, como também desisti da esquerda há muito tempo -a idade sempre traz coisas positivas, pelo menos- acho muito provável que a dificuldade de articulação verbo-intelectual tenha colaborado para o mal-entendido.

  2. Ele é babaca por que?
    Por reclamar dos gastos exagerados de uma parlamentar???
    Tem que reclamar mesmo. É o dinheiro de quase seis meses de trabalho!!! Fazendo isto, ela está chamando o povo de babaca, sim!!!
    Parlamentares têm que dar satisfação, SIM.
    . . . e têm que gastar muito menos, SIM.

    Voto distrital em lista ABERTA.
    Que o candidato pague por sua campanha.
    Sem regalias ou foro privilegiado.

  3. Eu tentei entrar na câmara de vereadores para ver o tais gastos e simplesmente não consegui, são inúmeras páginas, números e mais números que levam a lugar nenhum, só consegui os gastos totais da câmara que é absurdo, mas gostaria de um link que levasse ao ponto que queremos, os gastos de cada vereador, isso tem?

  4. Se não mudarmos a política, não mudaremos o Brasil. Se não mudarmos o Brasil, não mudaremos as desigualdades sociais. Se não acabarmos com os privilégios, jamais teremos condições de resolver os graves problemas de saúde, saneamento, segurança, educação e transporte. O ponto de inflexão estão cada vez mais perto e, talvez, somente uma ação mais contundente poderá recompor os trilhos para a caminhada do povo brasileiro. Se julgarmos que a esfarrapada democracia vai resolver tudo isso, esqueça. Viveremos eternamente sendo o país do futuro que nunca vai chegar.

  5. MUITAS DAS VEZES, ELA E OUTROS, FALAM A VERDADE, É SÓ PERGUNTAR QUANTOS VOTOS ELA TEVE PARA SE ELEGER, E QUANTOS VOTOS ELA COMPROU, PORTANTO NÃO TEM SATISFAÇÃO A DÁ, A ESTES BABACA, SE É CRIME A COMPRA DE VOTOS, E DE QUEM COMPRA VOTOS, PELAS LEIS ELEITORAL, 4.737/65, 9.504/97, 12.034/09 E PELA LEI 13.165/ 15, AGORA DEIXOU DE SER CRIME ELEITORAL, POIS SE O GOVERNO FEDERAL ESTÁ COMPRANDO VOTOS DE DEPUTADOS, EM VALORES DE R$ 8.000.000,00 AOS DA BASE E DE R$ 10.000.000,00 DOS INDECISOS, PROVA INCONTESTE, QUE NÃO É MAIS CRIME ELEITORAL. ANALISE E SE MANIFESTE? >>>> ASS. Pedro Baiano Macedo,79a, 1º TENENTE PM ( SP) DE SÃO JOÃO DA FORTALEZA – BA.

  6. Se essas pessoas gastaram o dinheiro em prol do povo, como afirmam, por que não detalham como esse dinheiro foi usado? se eu fosse vereador e um levantamento mostrasse que eu gastei um valor infinitamente maior do que meus pares, eu seria o primeiro a vir a público mostrar como esse valor foi usado. Mas gente como eu e como milhões de brasileiros que acreditam em honestidade, transparência e trabalho duro jamais teria vez na política brasileira.

  7. A verdade é que a vereança, até mais do que a representação estadual e federal que têm a desculpa de deslocamentos, pode claramente ser exercida sem custo algum ao erário. Para quem não sabe o vereador tem duas funções básicas: legislar e fiscalizar a prefeitura, por isso basta que as reuniões sejam no contra-turno do trabalho do cidadão, talvez nos sábados e domigos. Não vejo esta vereadora – e nenhum outro – exigindo que os salários para vereadores sejam cortados. Nessas horas eles esquecem de gritar, como desta vez deveriam fazer já que se dizem os inimigos dos militares, que subsídios de vereador foi o “pichuleco da ditadura” (dita, pois perto do que falam por ai, no meu ver, foi muito mole).

  8. Todos esses políticos sao farinha do mesmo saco .gananciosos , desonestos, manipuladores ,,só querem encher seus bolsos e o pobre que se dane. acredito em Deus que está vendo tantas injustiças ,se cuidem políticos , a lei do retorno existe ,e mais cedo ou mais tarde há de bater em sua porta e te fazer humilde e generoso , e as x isso vem acompanhado de muita dor

  9. Esquerdista é assim, rouba, debocha do povo trabalhador e fica se fazendo de vítima depois. Esquerdista atualmente só serve pra duas coisas, virar adubo e ração animal. Joga tudo num galpão fechado, dá uma dose de gás e depois leva tudo pra uma fosfértil pra virar adubo e ração animal. Pelo menos vão servir pra uma coisa mais benéfica pra sociedade do que servem atualmente. Infelizmente no Brasil e alguns outros países, subdesenvolvidos, não existe mais esse lance de direita e esquerda. Existe é o gente de bem e trabalhadora, contra gente safada e vagabunda.

Deixe uma resposta para Joaquim Rocha Cancelar resposta