Depois de 110 mortes em protestos, Maduro agora diz que Temer é “assassino político”

Roberto Jefferson, presidente nacional do PTN, comentou a declaração do ditador da Venezuela Nicolás Maduro sobre Temer ser um “assassino político”.

Sobre isso Jefferson afirmou sobre Maduro: “Está copiando Lênin”, em referência ao revolucionário comunista russo.

Confira:

Anúncios

Um comentário sobre “Depois de 110 mortes em protestos, Maduro agora diz que Temer é “assassino político”

Deixe uma resposta