José de Abreu usa narrativa do procurador Carlos Fernando para fazer propaganda pró-PT

O procurador Carlos Fernando Lima tem sido criticado ultimamente por ter perdido o foco na operação Lava Jato para ficar defendendo posições políticas em jornais e na Internet. Por exemplo, chegou até a defender o acordo de total impunidade da JBS, rejeitado por 81% da população e que causou sérios danos à Lava Jato em termos de imagem.

Uma de suas narrativas políticas visa dizer que “todos são iguais” na corrupção, ignorando o projeto totalitário de poder do PT, pois, como se sabe, embora a corrupção seja disseminada, ela só atingiu tal escala no governo petista por causa de um projeto totalitário (que tinha por intenção nos transformar em uma Venezeula). Ignorar isso é sempre uma narrativa que interessa aos petistas. Não se sabe se Carlos Fernando adota esta narrativa com interesses partidários ou por ignorância.

O fato é que José de Abreu, ícone da elite artística pró-PT, o endossou completamente:

Anúncios

Deixe uma resposta