Embaixadora americana na ONU espinafra eleição fraudulenta para constituinte: “outro passo em direção à ditadura”

Ao contrário da tradicional malemolência do governo brasileiro – que não emite palavras duras o suficiente contra a ditadura de Maduro – a embaixadora americana nas Nações Unidas, Nikki Haley, ensinou como se faz.

Em um tuíte, ela disse: “A eleição fraudulenta de Maduro é outro passo na direção de uma ditadura. Nós não aceitaremos um governo ilegítimo. O povo venezuelano e a democracia vão vencer”.

Veja:

Anúncios

Deixe uma resposta