Canadense confirma: Globo usou seu nome em tuíte falso contra Trump

A canadense Amanda Rose, proprietária do Twitter @Amandaconfirmou ontem (24) que não é a autora da mensagem divulgada pela Rede Globo durante o Fantástico deste domingo, 23, para atacar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

___________20245627_454467281603881_601320644619833692_n

Em outras palavras: a Rede Globo inventou a mensagem e cometeu falsidade ideológica ao atribuí-la falsamente a um autor. A informação foi divulgada pela página Caneta Desesquerdizadora.

 

Anúncios

5 comentários sobre “Canadense confirma: Globo usou seu nome em tuíte falso contra Trump

  1. Os jornalistas repòrters da Globo e da Globo News são obcecados por criticar e falar mal do Pres Trump, desde que Trump mostrou descontentamento com a emprensa!!!

  2. mesmo o tweet sendo falso. é meio idiota. era o trump ou a hilari. a hilari tem histórico de corrupção e mentiras. era melhor por o trump mesmo. o trump falou qeu ia por um muro em volta do país e mesmo assim votaram nele. ele ta sendo o unico presidente sendo julgado por manter as promessas de campanha…

  3. E ainda tem gente que se diz esquerda insiste narrativa de que a Rede Globo é golpista, apesar dessa emissora (não só ela não!!!) ter se comportado suspeito nas eleições americanas de 2016, torcendo claramente nos telejornais, a eleição da “Dilma Rousseff americana” Hillary Clinton.
    Já vinha desconfiado dessa emissora desde a década passada com os comentários do infame Analdo Jabor, que apesar se declarar ser direita anti-petista, mas é um dos apoiadores do PSDB (aquele que se recusou apoiar impeachment do Lula em 2005), mas entra em sua própria contradição ideológica, quanto é o assunto é os EUA.
    Jabor era visto nos comentários no Jornal Nacional (e depois no Jornal da Globo) crítico do George W. Bush (uns dos responsáveis pela crise internacional e ter facilitado ascensão do Barack Obama, hoje considerado um falso direita depois se recusar apoiar Trump) e o Partido Republicano. Foi só Obama ser eleito, virou puxa-saco dele e o Partido Democrata por 8 anos.
    Caiu em desgraça pública depois fazer comentário contra os manifestantes (“esses manifestantes não valem 20 centavos”) e apoiar o infame Obama que espionava todo mundo (“outros países espionam”) em 2013. Não só ele, há dezenas de petistas e esquerdopartas nessa emissora “fake news”.

Deixe uma resposta