Bancadas do PT, PCdoB e PSOL vão tentar obstruir votação da aceitação de denúncia para tentar desgastar Temer

O comentarista político do G1, Gerson Camarotti, publicou informações de bastidores. Segundo ele, a oposição não tem os 342 votos necessários para dar prosseguimento na denúncia contra Temer, mas está trabalhando para desgastar ao máximo sua governabilidade. A votação da denúncia está marcada para o próximo dia 2 de agosto e só segue para o supremo se 342 deputados votarem contra o presidente. A estratégia dos oposicionistas é adiar a votação para deixar o governo “sangrar”.
“Não podemos garantir sessão com quórum baixo. Precisamos obrigar o deputado a se expor com o voto (…) Se a oposição não marca presença, deputados que optariam pela abstenção ou ausência serão obrigados a registrar quórum para ajudar o governo”, acrescentou.”, declarou o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ).

 

Anúncios

Deixe uma resposta