Absurdo: em meio a crise financeira, Procuradores da República aumentam o próprio salário

O Conselho Superior do Ministério Público Federal, MPF, depois de cinco horas debatendo, resolveu aprovar a inclusão do reajuste salarial no orçamento da instituição para 2018. A previsão de aumento para os procuradores da República será de 16,7% e para compensar o valor deverá haver um corte de R$116 milhões em setores do MPF.

Anúncios

Um comentário sobre “Absurdo: em meio a crise financeira, Procuradores da República aumentam o próprio salário

  1. Senhoras e senhores (especialmente os aposentados que não tiveram aumento das aposentadorias, mas os preços dos remédios aumentaram 15% e os dos planos de saúde quase 20%), vamos bater palmas!
    A Liga da Justiça do Brasil salvará o país dos políticos corruptos (do PMDB e do PSDB, jamais do PT, PCdoB, PSOL, PSTU, PCO e Rede).
    (OBS: Os justiceiros não fazem mais nada na vida, além de perseguir políticos?)
    É claro que tal salvação não é filantrópica: tem um preço, e bem salgado.
    Os procuradores federais são os salvadores do Brasil e têm despesas importantíssimas, ora essa.
    O Superman precisa de dinheiro para manter seu estoque de Toddyinho kryptoniano.
    O Batman precisa pagar a gasolina especial (antiga gasolina azul) que abastece o Batmóvel.
    A Mulher Maravilha (não é a Gal Gadot) precisa pagar as caríssimas aulas de pilates.
    O Janô Estrela Vermelha, bem, vai saber o que ele faz com tanto dinheiro que recebe de salário. Para comprar carne é que não é, porque ele tem um “certo amigo” que fornece picanha e filé mignon gratuitamente.

Deixe uma resposta