Washington Olivetto: “Empoderamento feminino é clichê constrangedor”

Presidente da agência W/McCann, eleito duas vezes “Publicitário do Século” pela Associação Latino-Americana de Agências de Publicidade e ganhador de mais de 50 Leões no Festival de Publicidade de Cannes, o responsável por campanhas como Garoto Bombril vê sua área mais pressionada pelos consumidores e pelo politicamente correto, “que muitas vezes é bem-educado, mas é chato”, afirmou em entrevista à BBC.

“Pensar fora da caixa”, “quebrar paradigmas”, “desconstruir” e “empoderamento feminino”. Para o publicitário Washington Olivetto, todas essas expressões ocupam a mesma categoria: “clichês constrangedores” criados de tempos em tempos pela publicidade.

“São todos primos-irmãos de um baixo nível intelectual, do ‘beijo no seu coração’. A gente tem que fugir desses clichês”, afirmou.

O publicitário disse, ainda, que dirige uma das agências mais importantes do país, e que a sociedade cria expressões que são ‘primas-irmãs do baixo nível intelectual’. Para ele, policiar conteúdo que possa afetar minorias é ‘censura disfarçada’.

Anúncios

Um comentário sobre “Washington Olivetto: “Empoderamento feminino é clichê constrangedor”

Deixe uma resposta