Vallisney nega chicana de Lula para enrolar processo sobre tráfico de influência

Vallisney de Oliveira negou pedido do procurador Ivan Marx para suspender por 60 dias o processo em que Lula é réu por tráfico internacional de influência, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa.

O procurador Ivan Marx queria “diligências complementares” para fazer um adendo à denúncia que já foi recebida pelo juiz. Vallisney explicou que o MPF poderá apresentar novas provas no decorrer do processo.

As delações da Odebrecht já foram incluídas no caso.

Além de Lula, também é réu o seu sobrinho Taiguara Rodrigues, subcontratado pela Odebrecht a pedido do ex-presidente para a construção de uma hidrelétrica em Angola.

A informação é do site O Antagonista.

Anúncios

Deixe uma resposta