PT, PCdoB e PDT aumentam apoio formal à ditadura de Nicolas Maduro na Venezuela

Os três principais partidos de extrema esquerda do Brasil – PT, PC do B e PDT – aumentaram o discurso em defesa da ditadura de Nicolás Maduro na Venezuela no momento que o país vizinho aumenta o grau de violência contra opositores, contabilizando cem pessoas assassinadas desde abril, segundo o Ministério Público local.

A matéria lembra: “Na quarta-feira (19), o PT e o PC do B subscreveram em Manágua, capital de Nicarágua, a resolução final do 23.º Encontro do Foro de São Paulo, organização que reúne diversos partidos de esquerda da América Latina e do Caribe. O texto defende a elaboração de uma nova Constituição que amplia os poderes de Maduro, exalta o ‘triunfo das forças revolucionárias na Venezuela’ e diz que a ‘revolução bolivariana é alvo de ataque do imperialismo e de seus lacaios’.

Presente ao encontro, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), fez um discurso no qual afirmou que o partido manifesta “apoio e solidariedade” ao governo do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), seus aliados e ao presidente Nicolás Maduro “frente à violenta ofensiva da direita contra o governo da Venezuela”.

A violência entrou em uma espiral de aceleração quando, no mês de abril, as tropas de Maduro mataram dois estudantes. No dia 6, Jairo Ortiz, de 19 anos, levou um tiro no tórax durante um protesto. Dias depois, Daniel Queliz, 20 anos, foi morto com um tiro no pescoço.

Agora, o ditador Maduro quer mudar a Constituição para ampliar seus poderes e conseguir usar ainda mais violência. Mesmo assim, Ana Prestes, da Fundação Maurício Grabois e uma das representantes do PC do B, dá apoio total a Maduro e ainda lança a típica narrativa totalitária de culpar a oposição pela violência: “Nosso apoio ao Maduro é total. O Foro foi bem unificado em relação à Venezuela. Não houve omissão, porque a virulência da oposição está grande e conta com muito apoio externo”.

Anúncios

4 comentários sobre “PT, PCdoB e PDT aumentam apoio formal à ditadura de Nicolas Maduro na Venezuela

  1. Vai estudar mais. A Venezuela tem uma constituição que proteje seu povo e o que se aprofundar . Mas a elite não quer perder o privilégio. Lá como aqui tem a maior jazida de pedras e de petróleo . Esra riqueza esra revertendo para sei povo. A elite não quer. Simples . Ela não suporta que empregada doméstica vire doutor, como aqui. Creio que você deve se enojar quando verifica que o andar de baixo começa ascender socialmente. Eu te entendo. Sua fúria de mostra isso.

    1. Ditadura arbitrariedades ilegalidades e desmontagem da constituição Brasileira e corrupção, mandos e desmandos conforme e de acordo com as conveniências do governo e do judiciário. A quadrilha está bem apoiada pelo psicopata Sergio Moro…
      Suas reportagens são tocas e não conduzem com a verdade. Seu hipócrita ignorante de direita.

Deixe uma resposta