Lobista do PMDB confessa a Moro propinas para Renan, Jader e Aníbal

Jorge Luz, lobista e operador de propinas do PMDB, afirmou para Sérgio Moro em interrogatório de uma ação penal sobre corrupção na estatal Petrobrás, nesta quarta-feira, 19, que intermediou propina para os senadores Jader Barbalho e Renan Calheiros, e também para o deputado Anibal Gomes.

Ele relatou ao juiz federal que usou a conta Headliner, em um banco na Suíça, para pagamentos ilícitos. O lobista e seu filho, Bruno Luz, estão em prisão preventiva desde fevereiro.

Ambos respondem denúncia de atuarem como representantes dos interesses de parlamentares e funcionários públicos da Petrobras que receberam propina em contratos aquisitivos e pela operação de navios-sonda da Aérea Internacional da estatal.

Renan, Jader e Anibal, como bons bandidos que são, negaram ter culpa e alegam que não receberam dinheiro ilícito. Dá pra acreditar?

Anúncios

Deixe uma resposta