A piada da semana é de Jorge Pontual: Trump seria extremista por chamar Maduro de ditador

O Jornal da Globo fez matéria a respeito da crise na Venezuela e das sansões impostas pelo governo americano, hoje comandado por Donald Trump. De forma meio suspeita, o apresentador William Waack comentou antes de Pontual que “Trump se cansou de conversa de latino-americano”, isto após o governo de lá exigir que Maduro cumprisse a vontade popular.

Jorge Pontual foi além disso. Ele disse “que hoje [Trump] partiu para posições extremas, chamando Maduro de ditador, e dando um ultimato para que Maduro cancele a convocação da Assembléia Constituinte”. 

O que seria extremismo, na visão de Pontual, é o fato de Trump chamar um ditador de ditador. Bem, não se pode esperar muito de um sujeito que chorou a morte de Fidel Castro mas teve o espírito de fazer piada ao noticiar a morte de Carrie Fischer.

Anúncios

4 comentários sobre “A piada da semana é de Jorge Pontual: Trump seria extremista por chamar Maduro de ditador

    1. Tratar um canalha dessa laia por doente é amenizar muito o mau-caratismo dele, como de resto dos coleguinhas de extrema-esquerda da globo FAKE NEWS.

Deixe uma resposta