Presidente da Petrobrás defende a agenda da extrema esquerda e diz: “Não acho que a sociedade queira a privatização”

De acordo com o portal Poder 360, o presidente da Petrobrás, Pedro Parente, disse:

“Não acho que a sociedade queira a privatização. Não está na agenda agora.”

É uma frase meio fuleira, na verdade. Trata-se de um engodo. A maioria das pessoas na sociedade não é especialista nestes assuntos, não tem consciência de que uma estatal, sustentada com dinheiro público, foi usada para enriquecer partidos políticos e financiar projetos de poder em todo o continente.

Ademais, a quem interessa manter uma estatal falida nas mãos do governo, sendo que os prejuízos serão pagos pelo povo?

Anúncios

Deixe uma resposta