Lula inverte a realidade e diz: “Se não fosse o setor privado, não existiria corrupção”

O perfil do ex-presidente Lula no Twitter publicou uma frase que poderemos chamar de “enigmática”. Ele disse, como podem ver abaixo, que “Se não fosse o setor privado, não existiria corrupção”…

Bom… Vejamos…

BNDES é um banco estatal. Caixa Econômica Federal também é. A Petrobrás pertence ao Estado. Ademais, quando vários destes crimes pelos quais Lula é acusado aconteceram, ele não estava gerenciando uma empresa ou dando palestras por aí sobre como empreender. Na realidade ele estava, justamente, na presidência do país, no cargo mais alto do Estado brasileiro.

Claro que o caso de Lula não é burrice ou ignorância, é apenas cinismo. Ele provavelmente quer nos convencer de que todos os empresários corruptos com os quais se envolveu foram lá de livre e espontânea vontade e o forçaram a aceitar propina.

Anúncios

3 comentários sobre “Lula inverte a realidade e diz: “Se não fosse o setor privado, não existiria corrupção”

  1. Não concordo, o que esse comunista filho da puta, cara de pau sem vergonha, quis dizer, é que se todas empresas privadas fossem estatizadas, não haveria empresários corruptores, portanto nenhum deles seriam corruptos, inclusive ele. O comunismo estaria concluído e os políticos seriam donos de tudo, o povo e a justiça enfraquecidos, não teriam como reclamar. Vejam o exemplo da Venezuela, Cuba, Corea do Norte e outros países Comunos ditatoriás.
    Muito enigmático vindo desse louco. Paulo nele meu povo, esse homem é perigoso.

  2. Realmente era igual o que acabei de comentar com minha Esposa parece que houve transmissão de pensamento. obrigado Madalena se colocar será uma XEROX com as mesmas palavras.

Deixe uma resposta